Ajude ou seja Voluntária

Se você deseja ajudar financeiramente* ou realizando alguma atividade temporária, preencha o questionário e o encaminhe para a Diretoria Seccional do seu Estado. Após o envio do formulário, a Seccional mais próxima entrará em contato para formalizar sua participação.


Seu comprometimento voluntário com o trabalho e/ou contribuição financeira levará sorrisos, carinho e esperança de uma vida melhor para muitos integrantes da Família Naval.

 

Em Salvador, gratidão marca a apresentação do Vida Saudável

04/04/2017

 

O Núcleo de Assistência Social do Comando do 2º Distrito Naval (NAS/Com2ºDN), em conjunto com o Hospital Naval de Salvador (HNSa) e com apoio das Voluntárias Cisne Branco (VCB-Salvador), realizou um café cultural, no dia 15 de março, no Centro de Convivência dos Idosos, para marcar a abertura dos trabalhos do projeto Vida Saudável e apresentar o cronograma das atividades para este ano, que inclui oficinas de artesanato, oficinas de música, ginástica corporal e terapia comunitária. As ações visam a proporcionar atividades físicas, lúdicas e educativas de modo a melhorar a capacidade funcional, reduzir problemas psicológicos, como ansiedade e depressão, melhorar a autoestima e o bem-estar social, trazendo para os participantes uma melhora significativa na sua qualidade de vida.

O evento contou com a participação de cerca de 30 integrantes da escola de samba Unidos de Itapoan, criada há 10 anos, inicialmente como projeto social para resgatar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, afastando-as das drogas. A apresentação foi uma iniciativa do 1º SG-Ref Antônio Carlos Pedreira, 70, que ingressou na Marinha em 1964.


Após a apresentação da escola, Pedreira falou sobre o motivo da oferta. “Eu tenho a sensação de agradecimento por estar hoje aqui na Marinha. Quis vir com esse grupo para agradecer ao Hospital Naval de Salvador todo o cuidado e apoio que recebi durante os quase 20 anos de doença de minha esposa, que sempre foi  muito  bem tratada neste Hospital. Muitas vezes é um trabalho que a gente não vê, principalmente dos profissionais da UTI, mas que é muito sério. Eu cuidei da minha esposa por mais de 18 anos e o Hospital Naval me deu muito apoio e força, sempre que precisei”.

Na esteira desse emocionante depoimento, gratidão  passou a ser a tônica do café cultural. Iraci Rios, 76, disse que também precisava falar sobre os cuidados que recebe da Marinha. “Desde que fiz a cirurgia, em 2009, assim como durante todo o tratamento posterior, até hoje, não me faltou nada, os funcionários todos foram sempre bastante solícitos. É muito gratificante conviver nesse ambiente, com profissionais tão dedicados”, pontuou. Agradecida também estava Valdice Maria do Nascimento, 77, em tratamento desde 2009. “Agradeço a Deus o que tenho achado aqui no Hospital, o carinho, o cuidado, porque cheguei aqui destruída. E esses encontros como o de hoje são muito importantes porque quando a gente vai ficando mais velho, precisa achar coisas que nos distraiam”, afirmou.
 

Sede: Rua Conselheiro Saraiva, 8 - Térreo - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20091-030 - Tel: (21) 2516-7473 ©2011 - Departamento Voluntárias Cisne Branco. Todos os direitos reservados.